18 de fevereiro de 2012

Winner of the 2011 Man Booker Prize




O autor de O Papagaio de Flaubert, regressou com um insólito e lúcido livro, a novela O Sentido do Fim, um livro em que o protagonista Tony Webster vê a sua vida passar rapidamente, e um dia é surpreendido pela existência de um diário deixado em testamento por um amigo, Adrian Finn,  que se matara quarenta anos antes, depois de uma relação amorosa com a ex-namorada de Tony. Um livro escrito em registo extravagante. Tradução excelente de Helena Cardoso.

3 comentários:

Anónimo disse...

Esse é um livro deveras decepcionante...esperava muito mais de um Booker Prize !
JNAS

Nuno Chaves disse...

Conto ler este muito em breve, embora na generalidade tenha ouvido críticas menos positivas acerca dele, neste momento estou a fazer uma espécie de maratona com os vencedores do Booker Prize, onde incluí O Deus das Pequenas Coisas (1997) Desgraça (1999), A Vida de Pi (2002),A Linha da Beleza (2004), o Tigre Branco (2008) e este O Sentido do Fim (2011).
Boas Leituras

Luís Almeida disse...

Caro Nuno Chaves, não deixe para trás "A Questão Finkler" de Howard Jacobson.
Este "O Sentido do Fim" vale, meu ver, mais pelo estilo, do que pela história - neste aspeto esperava um pouco mais.